a l h u r e s

A volta dos que não foram

“Também fã dos caderninhos italianos (em seu blog há imagens escaneadas dos desenhos que faz nas páginas em branco, em posts que ele chama de “moleskinadas”), o poeta, designer e prosador Joca Reiners Terron viveu um episódio que dá arrepios a qualquer escritor: teve seu bloquinho roubado em Buenos Aires. E justamente aquele que continha as anotações de sua viagem ao Cairo, pelo projeto Amores Expressos.”

[ Reportagem de Juliana Krapp no Jornal do Brasil de sábado passado. Foi realmente chato perder o caderno, mas não foi assim uma TRAGÉDIA. Digamos que teria sido pior perder a memória. O texto completo você lê aqui. ]

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s