s o r t e

* * *

“Recordo quando compareci a um ancião e reputado médico homeopata. Meu pai me levou, eu era criança. Naquele tempo, já usava mão ortopédica. O médico soergueu-a para tomar meu pulso. Eu estava tão intimidado que não fiz nada para removê-lo de seu erro. O honorável médico apertou com força a munheca de plástico. Apesar de tudo, em nenhum momento deu-me por morto. Ao contrário, enquanto ia contando as supostas pulsações, ditava em voz alta à sua ajudante a receita que curaria todos os meus males.”

[ A CosacNaify lançará em julho “Flores”, o livro ideal para qualquer leitor se iniciar na estranhíssima obra do peruano Mario Bellatin, do qual traduzo aqui o primeiro parágrafo. Mario já teve lançada entre nós a novela “Salão de Beleza“, que não obteve a atenção merecida. Esperemos que agora, com o aporte da CN, a recepção esteja à altura de seus livros. “Flores” será traduzido pela ótima Josely Vianna Baptista. ]

Anúncios
Padrão

5 comentários sobre “* * *

  1. bia disse:

    ô: mó bom isso aí. tinha lido de manhã, mas na hora do almoço é que “senti” um lance. um homem de paletó azul-marinho e mão de plástico atravessou a faixa de pedestre da bela cintra bem na minha frente. veio chegando com aquele aperto de mão congelado e passou reto. achei meio parecido com maquiagem definitiva, que a pessoa já manda fazer com a sobrancelha levantada, tipo modelo blasé. congela um gesto, estranho demais, ó…

  2. Pingback: Flores « oqueacontece

  3. xerxenesky disse:

    Bellatín é muito bom mesmo. O Brasil parece ter dificuldade em assimilar os novos hispano-hablantes, com exceção de Bolaño. Juan José Saer só agora está tendo reconhecimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s