a l h u r e s

* * *

Nova narrativa argentina

 

Minha namorada e minha ex-mulher estão numa antologia

da nova narrativa argentina.

O editor preparou um churrasco em Don Torcuato

para festejar o lançamento do livro.

Como aos domingos meus filhos estão comigo

e a separação é mais ou menos recente

nem eles e muito menos eu vamos ao churrasco.

Ana, meus filhos e eu

despertamos neste domingo

no apartamento bacana e decadente

que Ana tem no Once.

Mas Fiona ficou sabendo do churrasco

e quer ir com a mãe.

Depois Benicio ficou sabendo

e também quer ir ao churrasco.

O acerto automobilístico é complexo

mas acaba dando nisto:

uma hora mais tarde,

da frente de uma casa bacana no Bairro Norte

na qual eu costumava dormir

arrancam dois carros.

Num deles seguem minha namorada, meu filho e três escritoras.

No outro seguem minha ex-mulher, minha filha, três escritores e uma bola de futebol.

Minha namorada e minha ex-mulher dirigem seus respectivos carros.

Eu vou caminhando com a sacola negra

que me acompanha em minha vida nômade.

Isto é o mais importante que aconteceu à literatura atual nos últimos anos,

ao menos sob o meu ponto de vista.

 

[ Santiago “Lato” Llach, de Poemas municipales, Eloísa Cartonera, 2009 ]

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s