a f i c ç ã o v i d a

* * *

Hércules ganhou uma competição de arco e flecha contra o rei Euritos, que prometera sua filha ao vencedor mas não manteve sua palavra. Isso chateou nosso arqueiro de pavio curto. Certamente expedito, impulsivo demais, ele simplesmente matou o filho do rei. O que não resolveu seus problemas pois, como castigo, de expiação, teve que que lavar seu crime se convertendo em escravo de Onfália. Imagine só Hércules ao pé da roca da fiandeira que, segundo uma lenda romana, tinha o prazer perverso de vesti-lo de mulher, logo a ele, vencedor das mais duras provas, enquanto ela vestia a roupa do semideus e brandia a sua clava. Eis aqui como se começa uma carreira de herói para terminar a existência feito dono de casa. Novamente: destino emblemático dos obstáculos e das armadilhas que se encontram no caminho daqueles que optaram pelo heroísmo e acabaram tropeçando na mediocridade. História sem palavras das biografias de todos nós…”

[ Michel Onfray fala do infortúnio de Hércules, esse nome que serve para todos nós ]

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s