s o r t e

O jardineiro fiel, final alternativo

Um final alternativo para O Jardineiro Fiel teria de apelar ao fantástico, como fantástico é o final dos Evangelhos. Depois de ser assassinado às margens do lago Turkana, Justin Quayle é lançado aos crocodilos. Insatisfeitos com o pagamento realizado pelo mandante do crime, um capanga da indústria farmacêutica, os assassinos africanos também o matam. Depois disso são tomados por estranha indisposição que os impede de abandonar a vizinhança. Alguns morrem. O tempo passa. No terceiro dia, a terra treme, as margens do lago são recobertas por vasto jardim, as águas se erguem e delas saem Justin e Tessa de mãos dadas. Tessa está nua e novamente grávida do filho que perdera e carrega aquele sorriso invencível da Rachel Weisz. Justin tem sua expressão bondosa de sempre. Convertidos em apóstolos, os assassinos seguem o casal que flutua durante quarenta dias sobre o Sudão até chegar ao Quênia. No caminho celebram milagres, salvando toda a população da tuberculose. No último dia de peregrinação, a bolsa de Tessa se rompe e sua placenta inunda a África, transformando desertos em rios e pobreza em riqueza. Cai uma chuva dourada. O bebê de Tessa é a cara da Rachel Weisz e seu sorriso refulge como o Sol. Justin pisca os olhos daquele jeito tímido que só Ralph Fiennes possui. O trio ascende em nuvens vaporosas até atingir o céu, onde Fernando Meirelles os aguarda sentado num trono. É Deus e é brasileiro. Nessa hora a bateria da Mangueira começa a tocar e tem início o Carnaval.

[ Final alternativo para o filme O Jardineiro Fiel, dirigido por Fernando Meirelles; publicado na revista Monet ]

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s